Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

Vereador perde o tom ao reduzir mobilização do bairro à ação “partidária”

Vereador perde o tom  ao reduzir mobilização do bairro à ação “partidária”
Reunião na Cipo ( Bairro Escola Rio Vermelho)
Vereador perde o tom  ao reduzir mobilização do bairro à ação “partidária”O vereador Cláudio Tinoco mostrou-se inábil ao tentar reduzir o movimento que se formou no Rio Vermelho, exigindo maiores informações sobre o projeto de requalificação em andamento, a uma ação “ partidária”. Na condição de edil interessado pelos problemas da cidade deveria procurar se informar sobre o que está acontecendo e contribuir para esclarecer os pontos questionados. De fato, o projeto foi discutido em reuniões que contaram com representantes da Amarv,- que é sim a Associação mais antiga e representativa do bairro com mais de 380 associados devidamente registrados em cartório, e é quem está no dia a dia reivindicando e resolvendo os problemas demandados pela comunidade - a Associação dos Moradores da Rua Fonte do Boi, o Conselho Social de Segurança, Colônia de Pesca Z1, Bairro -Escola Rio Vermelho, Centro Recreativo e Cultural Bando Lero-Lero (representando a Vila-Matos) Associação dos Permissionários do Mercado do Peixe, a vereadora Aladilce, que acompanha o processo desde o inicio, além de antigos moradores. Algumas dessas reuniões inclusive tiveram a cobertura do Blog.

Vereador perde o tom  ao reduzir mobilização do bairro à ação “partidária”O que na verdade não aconteceu foi a realização de uma audiência pública, como havia sido proposta, para dar conhecimento após a conclusão do projeto, até porque, nem todas as sugestões apresentadas foram acatadas. Quem fez a apresentação final foi o próprio prefeito, no dia primeiro de fevereiro deste ano, na Caballeros de Santiago, e é bom ressaltar, que nesse dia, o teatro estava lotado. O projeto foi amplamente divulgado pelos jornais de grande circulação com o devido destaque.

Vereador perde o tom  ao reduzir mobilização do bairro à ação “partidária”
Reunião Caballeros de Santiago
Vereador perde o tom  ao reduzir mobilização do bairro à ação “partidária”
Reunião no Salão Paroquial da Igreja de Santana
Vereador perde o tom  ao reduzir mobilização do bairro à ação “partidária”
Reunião na Cipo ( Bairro Escola Rio Vermelho)
Entretanto, por alguma falha de comunicação, ou mesmo porque as pessoas não estavam ligadas nos problemas do dia a dia do bairro, as informações não chegaram à maioria dos moradores, como também não deve ter chegado a mobilização que está acontecendo pela revitalização da Praia da Paciência os mutirões pela limpeza da Praia de Santana, retirando os barcos transformados em barracos, verdadeiros criatórios de ratos e todo tipo de insetos, entre tantas outras iniciativas visando a melhoria do bairro. Porém, no momento, isso é o menos relevante, o que importa é que as pessoas acordaram e querem saber os detalhes do projeto, e isso é muito bom é sinal do que o bairro está vivo. Em lugar de tentar desqualificar é preciso agregar fornecendo as informações solicitadas, como, alias, vem sendo feito, inclusive, com a criação de uma comissão de acompanhamento das obras para tocar o projeto da melhor forma possível. Se tem aspectos questionados é dever do poder público esclarecer. Essa postura de que não vai mudar, que tem que ser assim e pronto, é resquício de um autoritarismo que não combina com o processo democrático que se estabeleceu desdo o inicio das discussões com o então secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura,Guilherme Bellintani

Essas questiúnculas menores vão ficando de lado, até porque, quem mora e ama o Rio Vermelho sabe o quanto o bairro é importante, não apenas para os comerciantes, moradores e frequentadores, mas para toda a cidade, entendem, que e não faz sentido querer paralisar uma obra em andamento, o que só vai causar ainda mais prejuízos. Outra coisa: por melhor que seja um projeto, dificilmente vai agradar a todos, as críticas e discordância serão inevitáveis e é preciso saber conviver com elas.
Vereador perde o tom  ao reduzir mobilização do bairro à ação “partidária”
Reunião no Salão Paroquial da Igreja de Santana

Leia também: 

Vídeo institucional sobre a requalificação do Rio Vermelho

Lideranças e comerciantes do bairro se mobilizam para interferir e acompanhar obras de revitalização do bairro

Construção de Unidade Básica de Saúde no Rio Vermelho é aprovada pela prefeitura

Nota de esclarecimento do presidente da Amarv

Confira tudo que já foi publicado nas sete edições do Jornal do Rio Vermelho

Presidente da Amarv é capa da Revista Muito

Entidades do bairro entram com representação contra a Embasa no Ministério Público

Amarv pede para incluir no PPA reivindicações do Rio Vermelho

Esclarecimento sobre responsabilidade e autoria da verificação da legalidade do La Vista Morro do Conselho

Portaria proíbe circulação de trios e carros de som no Rio Vermelho durante a Festa de Iemanjá

Avanços e desafios

Entidades do bairro participaram de café da manhã com a vereadora Aladilce

Comandante Geral da PM prestigia inauguração do Centro Digital no Rio Vermelho

Continua repercutindo a postagem sobre as revelações bombásticas relacionadas à constituição da Amarv e outras entidades

Revelações bombásticas sobre o processo de criação da Amarv e outras entidades do bairro

Candidato do DEM diz que se eleito será parceiro do Rio Vermelho

A pedido da Amarv e Colônia de Pesca z1, Limpurb fará mutirão de Limpeza nas praias do Rio Vermelho, participe!

Oficina de Competitividade analisa potencial turístico do Rio Vermelho

Sede e cobrança de anuidade para a AMARV

Amarv solicita serviços para o bairro à Setin

Reunião do Conselho de Segurança discutindo soluções para o bairro

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.