Header Ads

Depois não venham dizer que não sabiam

Depois não venham dizer que não sabiam
foto da audiência pública 9/6/2011 
A rejeição dos moradores em incluir o Rio Vermelho no circuito do Carnaval parecia um assunto encerrado e entendido, após audiência publica realizada no salão paroquial da Igreja de Sant´Anna, no dia 9 de junho de 2011, quando por unanimidade foi mostrado que o bairro não dispõe de estrutura para suportar uma festa carnavalesca. Que o bairro já tem os seus momentos de folia, com o desfile dos Palhaços do Rio Vermelho, apresentação do Paroano Sai Milhó e o tradicional Banho à Fantasia, conduzido pelo bloco Lero-lero. Entretanto, o assunto volta à tona, desta feita pela Comissão de Obras que é constituída na grande maioria por empresários e comerciantes do bairro, por alguns moradores e pela Amarv. Em documento encaminhado ao Prefeito e aos secretários, divulgado no Blog, são propostas várias ações, sendo que as de maior impacto visam claramente atender aos interesses do comercio, estimulando o turismo e os negócios. Entre as propostas relacionadas destaca-se o “ Projeto Carnaval no Rio Vermelho Criativo e Sustentável”. Considerando que o assunto voltou à pauta, nosso entendimento é que cabe mais uma vez aos moradores essa decisão. O que pretendemos é chamar a atenção sobre o elenco de propostas encaminhada à Prefeitura. Leiam atentamente o documento, para depois que as coisas começarem a acontecer não se repita a velha prática de dizer que não sabiam.

Leia também: 

Vale a pena relembrar

O tempo passou na janela só Carolina não viu

Carnaval no Rio Vermelho é mais problema do que solução

Audiência pública contra o Carnaval no bairro

Ainda tem gente que não entendeu que os moradores do Rio Vermelho não querem carnaval no bairro

Tudo que já foi publicado sobre o carnaval no bairro aqui no Blog

4 comentários:

  1. Depois não venham dizer que não sabiam

    ResponderExcluir
  2. Não já aconteceu uma audiencia pública no salão da igreja de santana que descartou carnaval no Rio Vermalho?

    ResponderExcluir
  3. Saber é uma coisa, participar é outra. criem um canal para PARTICIPAÇÃO.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.