Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

Geração Jovem Guarda faz aquecimento na caminhada do Bonfim

Geração Jovem Guarda faz aquecimento na caminhada do Bonfim
Na caminhada ao Bonfim 
parada obrigatória no bar do chinês 
Geração Jovem Guarda faz aquecimento na caminhada do Bonfim
As camisas já estão prontas 
Integrantes do Bloco Geração Jovem Guarda escolheram a caminhada da Lavagem do Bonfim, na última quinta-feira(14), para o aquecimento, preparando as pernas para o "desfile" do próximo dia 30, no Rio Vermelho.

O bloco surgiu há mais de 15 anos, em uma dessas muitas conversas nos bares do bairro. Amigos de longas datas, entre eles, Ticão, Pino Gildásio, Bororó, Urubatão, Tinho tiveram a ideia de reunir novos e antigos amigos, alguns ex-moradores, mas que continuaram assíduos frequentadores, para brincar o Carnaval no Rio Vermelho como faziam antigamente.

O Bloco sairia sempre no primeiro domingo ou sábado, antes da Festa de Iemanjá, celebrando a amizade com muita alegria. A decisão sobre o nome, como não poderia deixar de ser, também rendeu inúmeras reuniões etílicas, a maioria delas no Bar do Manu, na Mariquita. A primeira sugestão foi geração velha guarda, entretanto, alguém lembrou, que aquelas pessoas, na verdade, pertenciam à Geração Jovem Guarda, bingo! Bloco Geração Jovem Guarda, o nome estava dado! A concentração do primeiro desfile foi na Rua Almirante Barroso e chegou a reunir um grupo bastante numeroso. A animação era total, bandinha de sopro, uma beleza! Com o passar dos anos e alguns desentendimentos bobos no meio do caminho, o núcleo inicial foi se afastando, mas o Bloco continuo saindo com a persistência de alguns integrantes , entre eles Bororó, que todos os anos sai distribuindo as camisas de casa em casa dos amigos pelo valor simbólico de dez reais para pagar a banda. A concentração passou para o Bar do Manu com o desfile seguindo até o largo de Santana. Nos últimos dois anos a turma assumiu o slogan “concentra, mas não sai”, nas a animação é a mesma. Quem quiser compartilhar desse encontro com novos e antigos moradores do Rio Vermelho, pode chegar no Bar do Manu a partir do meio-dia que a turma estará lá batucando e contando muitas histórias. E olha que essa turma tem o que contar!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.