Header Ads

Conselho quer saber por que tantos alunos das escolas estaduais do bairro estão fora das salas de aula

Preocupados com a grande quantidade de alunos das escolas da rede estadual vagando nas ruas do Rio Vermelho no horário que deveriam estar dentro das salas de aula, o Conselho Social de Segurança do Rio Vermelho e Ondina, decidiu procurar a Secretaria Estadual de Educação para sugerir uma ação articulada visando identificar o problema. A Presidente do Conselho Eloysa Cabral e a Comandante de 12ª CIPM, major Milanezi, estiveram na Secretaria onde foram recebidas pela superintendente a quem deram conhecimento do problema e entregaram documento assinado por diversas entidades do bairro.

De acordo com a Eloysa a proposta é elaborar um documento com o diagnostico da situação identificando os problemas e, a partir disso, apresentar um projeto com alternativas para que os alunos voltem para dentro das escolas. Para isso ela entende que é preciso o envolvimento dos órgãos governamentais e da sociedade "a escola sozinha não consegue resolver esses problemas e nos, enquanto sociedade, precisamos participar", argumenta. No documento o Conselho destaca que essa situação não é nova, mas, atualmente, o número de estudantes nas praças, praias e vagando pelas ruas quando deveriam estar dentro das escolas é alarmante. "Temos que tomar medidas eficazes o mais rápido possível" , diz a conselheira.

Conselho quer saber por que tantos alunos das escolas estaduais do bairro estão fora das salas de aula

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.