Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

Boteco Marina fecha as portas durante a passagem do Lero-Lero e causa indignação dos participantes

No domingo durante o desfile do Lero-Lero a atitude do Boteco Marina causou indignação dos integrantes e coordenação. O Boteco fechou as portas durante a passagem do Bloco tanto no sentido da Borges dos Reis como na João Gomes, numa postura completamente contraria a dos outros bares onde os frequentadores saiam para fotografar e registrar a festa. A coordenadora do Bloco Luciana Cruz, considerou o gesto uma demonstração explícita de deselegância e preconceito. “Não podemos aceitar esse tipo de atitude em nosso bairro. Enquanto pessoas que passavam nos carros paravam para fotografar e até acompanhar o nosso bloco, levando as crianças para dançar atrás do Lero-Lero, assistimos a esse gesto que só nos entristece e demonstra o quanto ainda precisamos lutar para acabar com esse preconceito", ponderou.

O Lero-Lero é um dos blocos mais antigos de Salvador, tem uma história de resistência, nasceu exatamente para vencer o preconceito das elites que organizavam o Bando Anunciador dos Festejos do Rio Vermelho e garantir a participação da comunidade. Foi assim que nasceu o Banho à Fantasia levando alegria às ruas do bairro, quinze dias antes do Carnaval. O Lero-Lero desfila há mais de 70 anos, é liderado por um dos músicos mais talentosos e reconhecido internacionalmente, que é Cacau do Pandeiro e merece todas as homenagens do bairro. Infelizmente muitos comerciantes se instalam por estas bandas somente com a propósito de faturar, não conhecem a história do bairro e nada fazem para ajudar na melhoria do bairro, o bom é que esses são minoria. O fato de ter origem na Vila Matos só faz aumentar a importância dessa manifestação cultural que é a única que ainda resiste em Salvador e se mantém com todas as dificuldades que são próprias das comunidades. Essa atitude adotada pelo Boteco Marina, merece o nosso repúdio.

3 comentários:



  1. Parabens ao LERO-LERO. MAIS UM ANO DE MUITA FESTA, ALEGRIAS E UM DESFILE DE PAZ E MUITA EMOÇÃO ! AO MESTRE CACAU DO PANDEIRO, COM SEUS 88 ANOS DE MÚSICA, ALEGRIA , SIMPLICIDADE E AMOR PELO PELOS CARNAVAIS E PELO RIO VERMELHO! . PARABÉNS LUCIANA CRUZ, INCANSÁVEL BATALHADORA. PARABÉNS AS COMUNIDADES DO ALTO DE ONDINA, VILA MATOS E ALTO DA SEREIA. AOS MORADORES DO RIO VERMELHO.

    MEU REPÚDIO AO BAR MARIANA, QUE ATITUDE INJUSTA PARA COM O LERO-LERO, E TODA A COMUNIDADE DO RIO VERMELHO, O QUE DEMONSTRA O PRECONCEITO DESSE ESTABELECIMENTO PARA COM AS COISAS DO BAIRRO. MEU REPÚDIO DEMONSTRO EM NÃO FREQUENTAR ESSE LOCAL. LASTIMÁVEL !!

    PARABÉNS PELA MAGNIFICA COBERTURA QUE O BLOG DO RIO VERMELHO FEZ MAIS UM ANO DA FESTA. PARABÉNS A COMPETENTE E DEDICADA JORNALISTA CARMELA TALENTO. !!

    ResponderExcluir
  2. Como representante do Bloco fiquei muito triste em ver essa atitude.... Porem não poderia deixar pra lá como se fosse uma coisa normal sem sentido, temos que acabar com esse tipo de preconceito e atitude.....Devemos sim denunciar ....Eu vi bem na hora que o funcionário fechou a porta. Em quanto os outros estabelecimentos os clientes aplaudia e tirava fotos...Silvio Pessoa tbem esta no seu comercio e nos prestigiou isso sim são atitudes louváveis e de respeito pelas manifestações culturais do nosso bairro.
    O Lero-Lero ainda nos dias de hj quebrando barreiras com 77 anos de existência.
    Obrigada a todos os estabelecimentos que nos respeitou e as pessoas pela demostração de carinho com o nosso bloco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente essa atitude não condiz com o nosso bairro e merece o nosso repudio. Infelizmente até o momento não vi nenhuma manifestação das entidades nem das associações do bairro sobre esse lamentável episodio.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.