Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

Centenário de Carlos Batalha será comemorado com lançamento de selo

Centenário de Carlos Batalha será comemorado com lançamento de selo

O Engenheiro Carlos Batalha, desde muito cedo, atuou em grêmios estudantis, destacando-se como líder e sendo admirado pelo seu dom de oratória. Participava de reuniões com grupos estudantis, concentrando atenções com seu carisma em uma época autoritária do Governo Vargas, o que lhe rendeu nove prisões políticas.

Diplomou-se em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Bahia no ano de 1939, sendo escolhido o orador da turma. Iniciou sua atividade profissional como estagiário da Viação Férrea Federal Leste Brasileiro, onde com suas ideias inovadoras e revolucionárias para época, ampliou linhas e modernizou estações, sendo, então, logo indicado para diretor e, posteriormente, para superintendente.

Foi requisitado e trabalhou como técnico da engenharia no governo de Otávio Mangabeira, prosseguindo nos demais e se destacando, principalmente, no governo de Antonio Balbino, de quem desfrutava de amizade intima e pessoal desde adolescência.

Entre os relevantes cargos que exerceu destacam-se: diretor da Estrada de Ferro Nazaré, diretor da Leste Brasileiro, diretor da Navegação Baiana, Presidente da Comissão de Licitação do Estado, presidente da Comissão de Avaliação dos Bens do Estado, diretor técnico de obras do Governo do Estado, diretor de Engenharia da CODEBA, superintendente da SURCAP, diretor da DOJP, engenheiro técnico responsável da Arquidiocese de Salvador, engenheiro da Construtora Tourinho de Abreu, engenheiro avaliador da SEFAZ entre outros.

Como engenheiro, esteve à frente de grandes obras, em Salvador e na Bahia, a exemplo do Teatro Castro Alves, Maternidade Tsylla Balbino, Clube Recreativo Espanhol, Túneis Américo Simas e Teodoro Sampaio, Ponte Metálica de Plataforma, Ginásio de Esportes Antonio Balbino, Restaurante Alto de Ondina, Palácio de Ondina, Urbanização do Dique do Tororó, projeto de expansão da orla marítima, ampliação do cais de Salvador, instalação de galerias drenantes, chafarizes e lavanderias públicas, escolas e postos de Saúde Estaduais.

Carlos Batalha sempre foi reconhecido por seu caráter incorruptível e conduta ética irretocável, assim como pelo seu perfeccionismo, dedicação e zelo aos projetos de relevância junto a organizações públicas e privadas, sendo um homem muito simples, simpático e extremamente humilde no trato com todos ao seu redor, desfrutando, pois, de um invejável círculo de amizades.

Por tudo que fez e representou, o Engº Carlos Batalha foi homenageado com uma praça pública em seu nome, com busto em bronze, no bairro do Rio Vermelho – local onde viveu grande metade da sua vida – e com uma escola, antes estadual e hoje municipal, no bairro de São Caetano.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.