Header Ads

Prefeitura tem como meta plantar 30 mil novas mudas de árvores este ano em Salvador

Prefeitura tem como meta plantar 30 mil novas mudas de árvores este ano em Salvador A Prefeitura está desenvolvendo um Plano de Arborização que inclui o georreferenciamento de todas as árvores da cidade. O levantamento servirá não apenas para saber quantas árvores existem em Salvador, mas também de quais espécies, quanto tempo de vida, qual a situação delas, onde estão localizadas e como conservá-las. O trabalho integra uma série de ações coordenadas pela Secretaria Municipal Cidade Sustentável de preservação e ampliação de áreas verdes que tem como meta para 2014 plantar 30 mil novas mudas.

O plantio de novas árvores é feito através do Programa Verde Perto. O objetivo do programa é plantar em toda a cidade 100 mil mudas de plantas nativas da Mata Atlântica até 2016. Parte das serão plantadas este ano será destinada ao Bosque Urbano de Salvador, compromisso assumido pela administração municipal para compensar os gases emitidos no Carnaval. O parque já está sendo executado no bairro de Pernambués, entre o Shopping Bela Vista e o Detran, com colocação de duas mil árvores.

O diretor de Áreas Verdes, Parques e Jardins da secretaria, Uelber Reis, explica que todo o plantio está sendo feito de maneira cuidadosa, desde a escolha da área, o porte da árvore mais adequado para o local e o acompanhamento do desenvolvimento das mudas. O diretor destaca ainda que a Prefeitura acompanha as mudas plantadas por empresas como contrapartida para construções realizadas na cidade. A proposta é que também comunidades, associações e ONGs sejam envolvidas no processo.

Segundo último levantamento feito em 2006, foram cadastradas pouco mais de 94,5 mil árvores em Salvador, em áreas como a Avenida Luiz Viana Filho, orla, Centro e Cidade Baixa. Com atualização das informações, a administração municipal e outros institutos de pesquisa e preservação passarão a contar com um importante banco de dados para subsidiar políticas públicas e projetos na área de meio ambiente na capital baiana.

Jardim Botânico - Outros projetos importante da Prefeitura são a requalificação do Parque da Cidade, no Itaigara, e a reforma do Jardim Botânico Mata dos Oitis, situado em uma área de 18 hectares no bairro de São Marcos. O espaço é voltado à pesquisa, conservação e preservação das plantas, especialmente das espécies nativa. Lá também é desenvolvido um trabalho de educação ambiental voltado para a população que vive em seu entorno.

Já o Horto Sagrada Família, localizado na Cidade Baixa, tem a produção voltada hoje apenas para as necessidades da Prefeitura, com mudas de plantas ornamentais que são implantadas em escolas, praças e postos de saúde, dentre outros ambientes.(com informação da Agecom)

Um comentário:

  1. Aí está uma informação que me agradou . Considero que Salvador , hoje, é uma cidade sem árvores e que as existentes, a maioria delas, são velhas e mal tratadas . Finalmente chegou a hora de cuidar do assunto. Espero que o programa não sofra solução de continuidade para que possamos deixar uma cidade arborizada e saudável para os nossos descendentes, como fizeram os nossos antepassados para nós. Pena que não tenha havido cuidados especiais e manutenção. Muitas das árvores antigas, estão podres. Galhos se partem de improviso !

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.