Header Ads

Casa de Tereza desenvolve e valoriza a cultural local

Casa de Tereza desenvolve e valoriza a cultural local

Rio Vermelho é o bairro boêmio de Salvador. O Sebrae desenvolve na região o projeto “Territórios Criativos”. Muitos negócios prosperam dentro de velhos casarões da cidade. ( Matéria publicada no G1)

Casa de Tereza desenvolve e valoriza a cultural localUm deles é o restaurante da chefe de cozinha Tereza Paim. Ela investiu mais de R$ 2 milhões na compra e adaptação de um imóvel do século 18, com preservação da arquitetura da construção. As paredes são originais com tijolos assentados no barro com óleo de baleia. A tubulação elétrica ficou externa nas paredes. E como estavam cheias de pregos da época, os que sobraram, foram cobertos com quadros.


No restaurante, cada mesa é pintada por um artista da região. A parte de baixo, onde seria o porão do casarão, virou uma loja com os utensílios usados no restaurante. E tem de tudo: baianas, orixás, doces e cumbucas. Tereza só compra os objetos de fornecedores locais, como Cadu, que faz as panelas de barro para a moqueca servida no restaurante.

Na parte gastronômica, uma consultoria gratuita do Sebrae capacitou o restaurante para deixar o negócio mais competitivo. Com a boa administração, o restaurante virou referência cultural. Vive cheio de turistas do Brasil e de fora. A casa recebe 5 mil clientes por mês. Cada um gasta em média R$ 105 e o faturamento chega a mais de R$ 500 mil mensais. Assista o vídeo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.