Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

Números mostram que as pessoas estão mais agressivas nesse Carnaval

Números mostram que as pessoas estão mais agressivas nesse Carnaval Os atendimentos nos módulos de assistência à saúde montados pela Prefeitura nos principais circuitos do Carnaval apresentaram movimento mais intenso no segundo dia de festa, segundo balanço apresentado agora há pouco em reunião comandada pelo prefeito ACM Neto no Camarote Oficial da Prefeitura, no Campo Grande. Das 18h de quinta-feira (04) até às 6h desta sexta-feira (05), foram registradas 437 ocorrências, número 25% maior em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 350 acolhimentos nas unidades municipais.

"Tivemos um aumento sensível de admissões nos módulos de saúde em relação a 2015, e o que vale a pena chamar a atenção é que 91 casos foram de agressão física, principalmente socos", explicou José Antonio Rodrigues Alves, secretário municipal da Saúde, afirmando ainda que a região da Barra foi responsável pela maioria dos registros de agressões no segundo dia da festa. Os dados demonstraram ainda que as ocorrências relacionadas à intoxicação alcoólica e cefaleia continuam sendo as principais causas de entradas nos módulos. O Posto Farol da Barra liderou em número de atendimentos com 141 entradas, seguido do Ademar de Barros (67), Piedade (61) e Espanhol (49).

Do total de pacientes foliões, 18 foram transferidos para realização de exames complementares e avaliação com especialista, representando menos 3% dos casos. As remoções foram feitas para o Hospital Geral de Estado e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Barris. Duas mulheres em trabalho de parto também deram entrada nos módulos dos circuitos e foram encaminhadas para maternidades da capital.

Armas brancas - A Guarda Municipal de Salvador, em ação conjunta com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), apreendeu nesta quinta-feira (04), segundo dia do Carnaval, 838 objetos considerados com potencial de arma branca, dentre estes espetinhos, facas, barras de ferro, tesouras e martelos. As ações de patrulhamento preventivo nos principais circuitos da festa foram intensificadas no segundo dia de folia. Das 06h de quinta-feira (04) até às 6h desta sexta-feira (05), o Setor de Estatística da Guarda Municipal (Seest) também registrou 67 atendimentos e apenas uma ocorrência. Os números representam uma redução de 75% em relação ao mesmo período do primeiro dia de festa.

De acordo com o Superintendente de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Peterson Portinho, foram recolhidos 591 objetos no Circuito Osmar (Campo Grande) e 247 no Dodô (Barra-Ondina), todos considerado com potencial de arma branca. "É de suma importância o controle desses materiais, já que em anos anteriores foliões que estavam inseridos em conflitos já se aproveitaram de materiais que estavam da posse de ambulantes para utilizá-los em brigas", pontuou.

Confira outros dados do balanço do segundo dia da folia:

Mobilidade: 1.151.105 pessoas utilizaram o transporte coletivo normal na quinta-feira de Carnaval

Transporte complementar: 123 mil pessoas

Expresso Carnaval:
2.800 pessoas

Táxis: 21.120 pessoas

Frota de táxis: 5.280

Abordagens de taxis: 1.300

Recusa de passageiros (notificadas): 3

Travessia Plataforma-Ribeira: 800 pessoas

Elevador: 30.040 pessoas

Plano Liberdade/Calçada: 9.242 pessoas

Plano Gonçalves: 1.640 pessoas

Plano Pilar: 534 pessoas

Total de pessoas transportadas em ônibus, ascensores, táxis, marítima e expresso: um milhão e 340 mil

Guarda Municipal
  • 838 objetos considerados com potencial de arma branca apreendidos na quinta de Carnaval
  • 67 atendimentos
  • 1 ocorrência
Ordem Pública
  • 3.256 apreensões referente a equipamentos irregulares nos principais circuitos da folia na quinta de Carnaval
  • 33 litros de bebidas acondicionadas em recipientes de vidro
  • 2.944 unidades de bebidas em lata e alimentos perecíveis armazenadas indevidamente 
  • 75 caixas de isopor
  • 4 fogões/ fogareiros
  • 1 geladeira e outros utensílios domésticos
  • 57 ocorrências relativas à iluminação pública, sendo 52 de manutenção (troca de refletores/ substituição de lâmpada), três ligações clandestinas (gato) no circuito do Centro e um relato de falta de energia e uma ligação de posto em Ondina
  • Desde o primeiro dia da folia (3) até às 7h45 desta sexta-feira (5), a Semop contabilizou a apreensão de 4.534 itens
Sucom
  • 514 ações fiscais na quinta de Carnaval
  • 342 vistorias
  • 14 apreensões de bens
  • 6 blimps apreendidos
  • 8 autos de infração por atividade e publicidade
  • 9 monitoramentos sonoros
  • 132 notificações
  • 1302 unidades de bebidas apreendidas
Salvamar: No no Circuito Dodô foram sete ocorrências de pré-afogamentos

Defesa Civil

  • Nove ocorrências, sendo 6 no Circuito Dodô (um curto-circuito em um poste, um derramamento de óleo na pista, uma notificação de trio sem guarda-corpo, uma notificação de trio quebrado, uma notificação de trio sem corda de segurança e uma queda de luminária) e três no Circuito Osmar (retirada de placas de sinalização que ofereciam risco aos foliões na Casa de Itália, Relógio de São Pedro e Castro Alves)
Transalvador
  • 283 notificações
  • 68 veículos removidos ao pátio da autarquia
Com informação da Agecom

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.