Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

Prefeitura quer deixar a cidade livre de ratos para as Olimpíadas

Prefeitura quer deixar a cidade livre de ratos para as Olimpíadas

Com as atenções voltadas para os jogos olímpicos em Salvador, em agosto, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) está intensificando os trabalhos de prevenção e controle da leptospirose na capital. O serviço de desratização já beneficiou o Dique do Tororó, Pelourinho, praças, praias, parte da Península Itapagipana, Comércio, estádios e seus entornos. Esta semana os agentes de zoonoses deram continuidade ao serviço na Cidade Baixa, do Largo de Roma até Feira de São Joaquim.

Objetivando a prevenção e controle de doenças transmitidas por esses animais, sendo a principal a leptospirose, o serviço é realizado através do controle químico (desratização) e ações de educação com a população sob risco. As intervenções de desratização são realizadas em cada local, em três ações e com intervalo de sete dias.

Porém, a capital baiana sediará dez jogos das Olimpíadas de 2016, e nesse caso, por se tratar de medidas preventivas em áreas de grande circulação, serão feitas duas ações em pontos estratégicos de Salvador, até julho, período que antecede as olimpíadas.

Ajuda da população - Para o agente de combate a endemias, Paulo Roberto Souza, “a população pode ajudar muito e não apenas tratando do combate a leptospirose, mas também contra outras endemias". "O órgão público faz a parte dela, mas também é necessário a conscientização e a participação efetiva da população. O lixo jogado nas ruas contribui bastante com a proliferação de ratos e insetos causadores da doença”, acrescentou.

Qualquer pessoa pode solicitar a visita do CCZ em seu bairro. Para denúncias ou queixas, o cidadão pode ligar para o telefone do Disque Salvador no 156 ou dirigir-se ao órgão. (Informa Assessoria)

Prefeitura quer deixar a cidade livre de ratos para as Olimpíadas

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.