Header Ads

​Projeto investiga a proliferação do Aedes aegypti em bocas de lobo na capital baiana

Uma pesquisa para investigar a contribuição das bocas de lobo e estruturas de drenagem de águas pluviais na proliferação do Aedes aegypti será executada no Itaigara, em Salvador. O projeto, que é resultado da parceria entre Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da Diretoria de Vigilância a Saúde, Fiocruz e Secretaria Municipal da Manutenção (Seman), começou às 8h desta segunda-feira (10), no final de linha da Pituba, e termina no próximo dia 21. Estudo publicado por pesquisadores da Fiocruz revelou que o Aedes também utiliza esse tipo de criadouro para se reproduzir.

“A finalidade é compreender melhor esse cenário e, a partir dos resultados, inserir na rotina de trabalho novas estratégias de controle do mosquito”, afirma a coordenadora do Programa Municipal de Controle do Aedes, Isabel Guimarães.

O projeto foi discutido nas reuniões do Comitê Municipal de Controle das Arboviroses e teve a participação de representantes da Casa Civil, Universidade Federal da Bahia (UFBa), Emory, CCZ, Embasa, Seman e Defensoria Pública. A pesquisa em campo será realizada com inspeções em imóveis, bocas de lobos e áreas pública.

​Projeto investiga a proliferação do Aedes aegypti em bocas de lobo na capital baiana

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.