Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

Quando o cidadão vira refém do descaso do poder público

O órgão municipal retira uma barraca sabe-se lá de onde e coloca em um passeio, local onde ele mesmo, o poder público, determina que é proibido. Como se não bastasse, encostam o equipamento em um muro particular facilitando o acesso de marginais à residência colocando em risco de vida dos moradores, isso na Rua Viera Lopes onde são muitos os relatos da ação dos amigos do alheio, principalmente à noite. O cidadão que é contribuinte e paga em dia os seus impostos, procura o poder público para relatar o problema, na primeira tentativa ninguém sabe informar quem ordenou colocar a barraca no passeio e nem tampouco qual o órgão a que deve se dirigir para solucionar a situação. Na terceira tentativa decide entregar um oficio pontuando os transtornos, não apenas para a residência, mas para a segurança da área e solicita a imediata retirada do equipamento. Nenhuma resposta. A pessoa então pede ajuda as entidades do bairro que reconhecem que o problema é mesmo uma situação de risco, porém a única resposta que conseguem ouvir é que os responsáveis estão cientes. Se o cidadão não pode contar com o poder público para resolver um problema criado pela pela própria prefeitura, imagine o resto!

Quando o cidadão vira refém do descaso do poder público

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.