Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

Festa de Iemanjá deste ano cercada por polêmicas e denúncias

Polêmica na Festa de Iemanjá virou tradição. Todo ano rola um disse-me-disse, mas este ano as frentes são muitas: Tem polêmica com horário do fim da festa, com a liberação de espaço publico para a Enxaguada de Carlinhos Brown e muitas denúncias envolvendo o presidente da Colônia de Pesca Z1, conhecido como Branco que está sob investigação do Ministério Publico. Ele foi denunciado por comerciantes da área por falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, ocultação de bens e valores e até furto de energia. Branco nega as acusações e afirma que está sendo alvo de retaliações e o motivo, segundo ele é porque entregou na Delegacia fitas contendo imagens de seu delator, desligando as câmeras que monitoram a gruta de Iemanjá, para facilitar a entrada de elementos com o objetivo de recolher os donativos deixados pelos devotos, e incrimina-lo. No início deste mês ele foi levado para prestar depoimentos na Sétima Delegacia, disse que entregou todos os documentos solicitados e saiu de lá com um documento onde o delegado atesta que ele esta colaborando com as investigações e que continuava à frente da Colônia, inclusive, no último dia 10 participou da reunião realizada na Prefeitura Bairro, com representantes dos órgãos públicos para iniciar o planejamento da festa. Nesta sexta-feira(27), matéria publicada no Jornal A Tarde, informa que em razão do presidente da Colônia encontrar-se sob investigação, foi criada uma comissão de pescadores para organizar o presente, após reunião realizada na última terça-feira (24) entre Branco, o delegado e pescadores. Uma decisão acertada e que já deveria ter sido tomada pelo presidente investigado desde que assumiu, mas ao contrário, preferiu fazer tudo sozinho, excluindo os demais pescadores das deliberações. Do fundo do mar, Iemanjá acompanha tudo na expectativa de que as discórdias dos humanos não interfiram a beleza da festa que está na sua 94ª Edição e que atrai os olhares de baianos e turistas que chegam ao Rio Vermelho de várias partes do mundo para presenciar uma das manifestações mais belas do calendário de festas populares. Odoyà!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.