Header Ads

Taxis de Salvador passam a usar aplicativos e estão autorizadas as viagens compartilhadas

A partir desta quarta -feira (25), os taxistas que atuam em Salvador estão liberados para utilizar aplicativos regulamentados pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), para encomendar táxis através do uso de tablets ou celulares. Com a ferramenta, será permitido aos usuários optar entre o valor do taxímetro ou aquele sugerido pelo aplicativo. Entretanto, o preço exibido no app não poderá ultrapassar a quantia exibida no taxímetro. A autorização para funcionamento foi publicada na edição de hoje (25) do Diário Oficial do Município (DOM), mas o início da operação fica por conta das associações de taxistas.

Outra comodidade disponível nas ferramentas oficiais é a opção por escolher uma viagem compartilhada. Dessa forma, um passageiro que chame o táxi de um bairro no Centro da cidade com destino à Barra, por exemplo, poderá, caso seja de sua vontade, aceitar que o motorista conduza um ou mais passageiros que sigam para o mesmo destino e estejam no perímetro do trajeto escolhido pelo primeiro ocupante. Nesse caso, o valor da corrida será dividido de acordo com o tempo de permanência e a partir do ponto em que o segundo ocupante passe a integrar a viagem.

"A partir de agora, os usuários de táxis de Salvador passam a ter acesso, de maneira legalizada, a esse serviço que vai proporcionar maior comodidade e segurança às pessoas, visto que os táxis da cidade são constantemente fiscalizados, passam anualmente por vistoria e, o mais importante, têm regulamentação junto à Prefeitura, o que garante a confiabilidade do serviço. Então, a população pode ter certeza de que passa a contar com uma estrutura ainda melhor, com carros novos, seguros e acessíveis", garante o secretário de Mobilidade, Fábio Mota.

Os apps estarão disponíveis nas principais lojas virtuais de aplicativos e poderão ser baixados gratuitamente. Para ter acesso ao serviço, com todas as vantagens disponíveis, os usuários deverão antes se cadastrar, fornecendo seus dados pessoais e escolhendo formas de pagamento. Para credenciar seu aplicativo, a empresa precisa apresentar vantagens para os usuários, como a oferta de corrida compartilhada, opções para diminuir a tarifa de acordo com o horário, distância e demanda, entre outras. Até o momento, três apps estão credenciados pela Semob.

"A Prefeitura já deu o suporte legal, adaptou a legislação para que apenas taxistas pudessem aderir. Agora, desenvolvedores dos aplicativos e as associações de táxis devem fechar os devidos acordos e iniciar a operação. Caberá à Semob, entretanto, supervisionar e fiscalizar o funcionamento do serviço, para verificar se estão atuando de acordo com os critérios pré-estabelecidos", explica Fábio Mota.

Novos aplicativos ainda podem se apresentar para a operação. Os desenvolvedores interessados devem apresentar seus projetos à Semob para análise na Avenida Visconde de Itaboraí, nº 99, Amaralina. Para mais informações, basta ligar para o número (71) 3202-9203. Atendimento sempre das 8h às 17h.

Taxis de Salvador passam a usar aplicativos e estão autorizadas as viagens compartilhadas

Um comentário:

  1. Nada em funcionamento...e desde 22 dez essa lenga lenga. E depois, mesmo que seja verdade, quero ver como estes aplicativos irão funcionar de forma efetiva... e os que já existem no mercado estão proibidos para transporte privado e público? E os três credenciados para transporte público, quais são? O passageiro deve ligar para semob e descobrir? kkkkkk Que matéria...Sobre a corrida compartilhada é uma furada, a UBER está tendo problemas nesse segmento devido a cultura e insegurança nacional, essa não pega aqui, estou apostando. Vá de UBER minha senhora, ainda mais barato, mais seguro e ainda o melhor no mercado....kkkkk

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.