Header Ads

Professor Jorge Portugal, olha a situação da Biblioteca do Rio Vermelho!

Colaborador do Blog esteve nesta manhã de quinta-feira (23) na Biblioteca Juracy Magalhães Jr, para realizar uma pesquisa e o que encontrou foi uma situação lastimável! Com as últimas chuvas entrou água por todo que foi canto! Os computadores e livros estavam cobertos por plástico para evitar maiores danos, o chão parecia um rio de tanta água!

Faz tempo que o Blog vem mostrando a falta de manutenção na Biblioteca. O telhado há muito que necessita de um reparo geral, o ar condicionado não funciona a instalação elétrica precisa de revisão, entre outros problemas, mas, pelo visto, cuidar das bibliotecas não é mesmo prioridade para o governo. A Amarv já há algum tempo vem tentando ajudar a Biblioteca, acionando comerciantes da área para viabilizar material de construção e tinta para minimizar os problemas, realizando alguns reparos emergências, porém, compete ao governo viabilizar os recursos necessários, afinal, a situação chegou ao ponto que chegou por absoluta falta de manutenção nos últimos 10 anos. O Secretário de Cultura, o professor Jorge Portugal, precisa tomar uma providência urgente. Não vamos deixar a Biblioteca do bairro se acabar!

Leia também: Equipamentos do estado funcionam de forma precária no Rio Vermelho

Professor Jorge Portugal, olha a situação da Biblioteca do Rio Vermelho!

2 comentários:

  1. Essa biblioteca é sexagenária e serviu a diversas gerações do bairro. A desatenção das últimas administrações governamentais para com estes equipamentos é escandalosa. No momento em que temos como Secretário de Cultura do Estado um professor, só torna mais grave a situação. Estamos em um bairro em que a comunidade e suas entidades representativas lutam por seus direitos e pela preservação de seu patrimônio e não vamos assistir de braços cruzados essa degradação que agora se acelera à olhos vistos. A AMARV e demais entidades parceiras vão conclamar a comunidade para reverter esta situação. Esses governantes acham que Biblioteca não dá voto?
    Lauro Matta
    Presidente da Amarv

    ResponderExcluir
  2. Um absurdo que equipamentos públicos que deveriam ser tratados como prioritários se encontrem em tal situação. É um claro reflexo da epidemia de inversão de valores que assola o país.
    Cléodo Mércio Alves de Jesus.
    Presidente da Associação dos Comerciantes da Vila Caramuru

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.