Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

Greve da PM: Secretário de Segurança orienta a população a "tocar a vida" e ter fé

 Greve da PM: Secretário de Segurança orienta a população a "tocar a vida" e ter fé  Greve da PM: Secretário de Segurança orienta a população a "tocar a vida" e ter fé  Greve da PM: Secretário de Segurança orienta a população a "tocar a vida" e ter fé Após a decretação de greve dos policiais militares, na noite desta terça-feira (16), o secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Barbosa, orientou, em coletiva no Centro Administrativo da Bahia, que a população “toque as suas vidas” e afirmou que agora pretende “aguardar” a continuidade do movimento para avaliar a adesão da categoria. “A orientação é nós tocarmos as nossas vidas. Estamos passando por um processo de negociação. Nós temos que entender o tamanho e a extensão do movimento paredista para ver se teve ou não a adesão que foi falada. Então é momento de aguardar. Vamos tocar nossas vidas e ter fé de que nós vamos conseguir resolver isso o mais rápido possível”, disse. “Da nossa parte, nós tínhamos atendido a tudo aquilo que foi colocado, prometendo até revisar tudo aquilo que o governo já tinha proposto no Grupo de Trabalho", esclareceu. Conforme o titular da SSP, com a deflagração da paralisação por tempo indeterminado, o governador Jaques Wagner já acionou os meios legais para decretação da Garantia da Lei e da Ordem, a fim de trazer ao estado as Forças Nacionais de Segurança. Barbosa também espera que os policiais mantenham o efetivo de 30% em atuação, conforme determinação constitucional. “É a nossa intenção, até porque não é permitida a greve das forças policiais. Isso já está até sacramentado pelo Supremo Tribunal Federal”, lembrou. Ao ser questionado, o secretário evitou comentar se a greve, liderada pelo vereador Marco Prisco (PSDB), tem alguma motivação política. “Não vou entrar nesse quesito, até porque isso não compete a mim. A mim, como secretário de Segurança, como responsável pela segurança pública do nosso estado, eu tenho que procurar o que é melhor para nosso policial e nossa população. Agora cada um tem que responder por si”, esquivou-se. (Informa Bahia Notícias)

Confira os pontos da negociação.

2 comentários:

  1. Adorei o título da postagem:

    Greve da PM: Secretário de Segurança orienta a população a "tocar a vida" e ter fé . Fé em que ? Num momento como esse o Senhor Secretário vem com piadas , quando deveria estar tentando resolver o problema de uma cidade inteira refém de uma situação inusitada ? É para rir ou para chorar ?

    Polícia em greve, bandidos livres arrombando e saqueando , sequestrando pessoas , casas comerciais, ônibus nas garagens pois os seus proprietários temem depredações, o povo com medo e sem transporte , recolhido dentro de casa,

    e lá vem o conselho: ter fé - Será a única coisa que podemos ter ? Precisamos , sim, nos apegar a Deus, porque os homens , aqui em baixo não nos oferecem o transporte para irmos ao trabalho e a segurança para que possamos transitar e manter as nossas portas abertas ! Na verdade, , já estamos desgovernados e vivendo o caos. Outubro está chegando. Vamos ver se conseguimos.

    ResponderExcluir
  2. Sr. secretario, o senhor é um bostetico porque é inferior a esse vereadorzinho PRISCO. E, já que o senhor não tem forças para resolver a questão, se eu fosse o senhor RENUNCIARIA ao cargo. Seria mais honesto da sua parte.

    Se essa ridícula Lei diz que os policiais não podem fazer greve, e fazem, isto significa dizer também que os cidadãos tem que deixar de ser bons carneirinhos obedientes e usar o seu pau de fogo na cintura porque esta bosta de estado cheio de cabides de empregos simplesmente FALIU.

    Enquanto isso garanto-lhes que o governador do PT, importado lá do Rio, a essa altura está pouco se lixando com a carnificina. Deve estar tomando uns gorós por aí.

    Precisamos ter fé uma uma ova! Nem o secretario é pastor ou padre e nem estamos numa igreja. Estamos mesmo é no inferno por isto não abro mão do meu pau de fogo. Podem até me matar, mas garanto-lhes que levo uns dois comigo.

    Já que policiais não podem fazer greve, isto significa que o estatuto da PM é do tempo da velha e tão combatida ditadura militar. Entendo que policiais militares e civil tem direito a greve sim. Portanto, modifiquem as leis. Policiais, assim como professores e profissionais da área de saúde tem que ganhar bem para atender bem a população.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.