Header Ads

Construção inacabada no Parque Cruz Aguiar acumula água na laje e deixa moradores apreensivos

Por mais que se chame atenção para os riscos à saúde causado pelo Aedes aegypti, que já derrubou muita gente levando outras a óbito e que o zika vírus, que também está fazendo estragos pelo cidade, é o mais novo hóspede conhecido do Aedes, a irresponsabilidade ainda ronda muitos imóveis. Um exemplo desse descaso é uma obra inacabada na Rua Feira de Santana, interditada pela Sucom há algum tempo (nesse prédio funcionou o restaurante Paraíso Tropical). A laje desse construção, com as fortes chuvas que estão caindo em Salvador, transformou-se em uma verdadeira piscina, ambiente propício para a proliferação dos mosquitos, isso porque, pela quantidade de água, mesmo que o sol volte a aparecer, vai demorar muito para sacar completamente. Os moradores do Parque Cruz Aguiar estão apelando para as autoridades competentes no sentido de notificar os responsáveis pelo imóvel para solucionar o problema, providenciando o escoamento urgente da água, antes que o Rio Vermelho volte a fazer parte das estatistas do bairro com maior incidência de casos de dengue e zika da cidade.

Construção inacabada na Parque Cruz Aguiar acumula água na laje e deixa moradores apreensivos

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.