Header Ads


Denuncie maus tratos contra crianças, disque 100

As pombas foram roubadas, depredadas ou removidas do Monumento à Ancestralidade?

As pombas foram roubadas, depredadas ou removidas do Monumento à Ancestralidade? Passando nesta manhã pela Rua da Paciência, Rio Vermelho, observei a falta das duas pombas (ou pombos não sei bem) do Monumento à Ancestralidade de autoria do sacerdote-artista Deoscóredes Maximiliano dos Santos, Mestre Didi. Fiquei preocupada, não sei se foram retiradas pela Fundação Gregório de Matos, devido às obras de requalificação do bairro, a exemplo do que aconteceu com a escultura de Jorge e Zélia, ou foram levadas, o que seria um grande absurdo. Mas como nessa cidade tudo é possível a gente fica logo de orelha em pé. Até porque, os vândalos já passaram por lá fazendo estragos na placa que identifica a obra.







As pombas foram roubadas, depredadas ou removidas do Monumento à Ancestralidade?

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.