Blog do Rio Vermelho, a voz do bairro

segunda-feira, 30 de março de 2015

Antes e depois do cargo - Artigo

Antes e depois do cargo- Artigo PARABÉNS PARA VOCÊ
Por Egnaldo Araujo *

Lembro-me ainda com muita alegria daquelas minhas datas natalícias em que, desde a véspera, eram ligações e mais ligações de parabéns de cumprimentos pelas mais diversas áreas do empresariado etcétera e tal..., além dos inúmeros buquês e arranjos de flores que a minha secretária recebia, sem contar, claro, “recuerdos”, agendas, vinhos das mais variadas marcas, tudo isso até o dia em que perdi o cargo, com termino do mandato do meu superior, do mais alto escalão do governo (municipal, estadual, federal), não importa quais áreas, o que importa mesmo é a diferença de tratamento entre o antes, no poder, e o agora, sem o referido status. Um grande e insuspeito diferencial, que leva a depressão pelo desapontamento muitos profissionais desprevenidos e enganados com a efemeridade de um cargo de confiança (DAS/ FG/ QI )...

“Quando eu estava no poder investido no alto cargo de DAS (Direção e Assessoramento Superior, como por exemplo, dentre tantos outros, esse cargo do qual se despede o Porta Voz da Dilma), com secretária, carro chapa branca e motorista a disposição, minha vida era toda, por assim dizer cor de rosa – maravilha”. Contudo, no dia de meu aniversário, tempo depois de deixar o cargo, apenas com meu vínculo de escriturário classe C, cargo de carreira; adivinhe quantos ligações de parabéns recebi? Diga? Chute? Não precisa dizer, eu digo: “Apenas umas duas, uma de minha mãe (e familiares) e uma outra de minha ex-secretária, que nunca esquece a data, e, só".

Mas quando reassumir aquela editoria importante e o nosso grupo político retomar o poder isso poderá mudar, retomarei minhas antigas funções e irei me aposentar com um alto salário, sairei desse bairro popular e irei morar num condomínio de classe alta, em casa com piscina, cachorrão na coleira e demais benesses. Isso, se antes eu não morrer de paixão (pois adoro o poder he he he e quem não gosta?). Afinal meu sonho mesmo é voltar a ter aquele batalhão de puxa-sacos meu redor, para eu poder convida-los para cantar comigo: “Voltei! Aqui é o meu lugar....”

PS. Ah! Ia me esquecendo de um fato curioso, (impensável até, caso ainda contasse com as secretárias a barrarem a porta, naquele suntuoso gabinete):

Num certo dia qualquer, creio numa tarde de sexta-feira; um amigão apareceu sem avisar na minha seção de expediente; frente à minha simples mesa de trabalho, portando um pacote de (que deixou o ambiente cheirando a acarajés e abarás com camarão) lanches, que, incontinenti os depositou sobre a minha agora humilde mesa a dizer:! companheira! “Vim fazer-lhe uma surpresa, trouxe-lhe um lanche para que comemoremos meu aniversário”, (pura mentira!); data especial, aceitas”?

Se fosse com você, o que farias? Claro, fazer o que fiz: afastei a papelada e montamos ali mesmo comilança com os colegas vizinhos, he he he... para depois cantarmos, que, sem o saber era para mim os: Parabéns para você... Foi inesquecível: “Amigo é coisa pra se guardar no fundo do peito”....

*Egnaldo Araújo é Jornalista - DRT – 4230- DF.

Reunião entre moradores, Embasa e Inema sobre a Praia da Paciência

Reunião entre moradores, Embasa e Inema sobre a Praia da PaciênciaA reunião entre moradores, representantes de entidades do bairro e técnicos da Embasa e Inema, realizada no último sábado(28) na Biblioteca Juracy Magalhães foi marcado pelo amplo debate na busca de alternativa para retira a rede pluvial que acaba lançando água de chuva, lixo e esgoto na praia. A Amarv- Associação dos Amigos e Moradores da Rio Vermelho- encaminhou oficio à prefeitura solicitando uma série de serviços, entre eles a limpeza regular da praia, colocação de caixas coletores, capinação, recuperação do acesso e mudança dos refletores para possibilitar a prática de esportes à noite.



Leia mais:

Ouça o que disse o Coordenador de Monitoramento do Inema sobre a Praia da Paciência

Reunião com técnicos da Embasa sobre o esgoto da Praia da Paciência

Olha o que o esgoto lança na Praia da Paciência. Isso é ou não crime ambientaI?

Começa a mobilização para revitalizar a Praia da Paciência

O que fazer na Casa da Mãe

O que fazer na Casa da Mãe O que fazer na Casa de Mãe O que fazer na Casa de Mãe O que fazer na Casa de Mãe O que fazer na Casa de Mãe NA SEMANA SEGUINTE
De 30 de março a 05 de abril

SEGUNDA - “Cinq Jazz a La Carte” – 30.03, às 20h, ingressos a R$ 10,00 –Mais uma noite de música de muita qualidade com otrompetista alagoano Joatan Nascimento e o Cinq Jazz a La Carte. O quinteto jazz A CINQ toca nas segundas-feiras na Casa da Mãe standars e pedidos do público. Em cada mesa o público encontra um cardápio musical com as músicas que o grupo pode tocar naquela noite.

TERÇA - “Sarau Comidinha de Panela” – 31.03, às 20h, entrada franca – Festa da boa música e dos grandes encontros quando a Casa da Mãe abre suas portas gratuitamente. Jams com os melhores músicos da cidade !

QUARTA - “Roda de Choro” – 01.04, às 19h30, ingressos a R$ 10,00 – A “Roda de Choro” realiza um encontro entre músicos experientes e jovens instrumentistas, garantindo de um lado a preservação e de outro a renovação da nossa mais autêntica música, o chorinho.

QUINTA – “Ênio Bernardes e o Grupo Siri Catado” – 02.04, às 22h, ingressos R$ 12,00 – Paulista, envolvido com o universo do samba há mais de dez anos, Ênio Bernardes reside há nove anos em Salvador, integrando vários grupos de samba e choro da cidade. Nesta quinta, na Casa da Mãe, Ênio estará interpretando o seu repertório de sambas clássicos, tradicionais e algumas pérolas desconhecidas do grande público. O grupo Siri Catado nasceu em 2013. Trata-se de um grupo de amigos experientes envolvidos com o estilo que consideramos a espinha dorsal da música popular brasileira: o samba. E por isso o grupo sempre tem uma formação diferente nas suas apresentações, tendo como principal objetivo envolver os músicos participantes numa mesma linguagem musical, espontânea, assim como o público presente. Por ele já passaram mais de dez músicos sambistas, sempre mantendo a mesma qualidade musical.

SEXTA – “Mazzo Guimarães na Gafieira” – 03.04, às 22h, ingressos R$ 10,00 – Shows de dançante com os sambas de gafieira e a voz do talentoso Mazzo Guimarães. Junte a isso a direção musical de Luciano Salvador Bahia, o trompetista Marco Dó Sete, o baixista Hamilton Carrilho, o violonista Luciano Salvador Bahia ( próprio) e na percussão Jorge Farofa, Diego Boa Morte e Lázaro Boa Morte. Pode lustrar o sapato, preparar a beca, caprichar no perfume...

SÁBADO – 04.05 – “Saravá Jazz Trio” – 28.03, às 22h, ingressos R$ 10,00 – O Saravá Jazz Trio é formado por Márcio Pereira (guitarra e direção musical), Ângelo Santiago (contrabaixo acústico) e Carlos Careca (bateria). O grupo apresenta uma combinação entre a tradição do jazz e as raízes da música baiana. Seu repertório mistura composições autorais e clássicos consagrados da música mundial, concebidos por gênios como Tom Jobim, Duke Ellington, Thelonious Monk, John Coltrane, Moacir Santos entre outros.

DOMINGO – “Multipétalo Pôr de Sóis” – 05.04, às 22h, ingressos R$ 10,00 – O projeto de verão “Pôr de Sóis” tem o objetivo de levar ao público MPB na voz de cantores baianos. Idealizado pelo cantor baiano "O Multipétalo", no repertório, canções recheadas dos clássicos da MPB que foram interpretadas por artistas como Gonzaguinha, Caetano Veloso, Novos Baianos, Cazuza, O Rappa e Gilberto Gil.Além da programação musical, o público ainda vai contar com intervenções poéticas e teatrais, exposições fotográficas de Edson Ferreira e Esperança Gadelha, exposições artísticas de Denis Sena – grafiteiro conhecido internacionalmente -, e da artista plástica, Tita Anjos, além do bazar cultural, intitulado Balaio de Santo Antônio.

Casa da Mãe - Rua Guedes Cabral, 81 – Rio Vermelho

domingo, 29 de março de 2015

sábado, 28 de março de 2015

Ouça o que disse o Coordenador de Monitoramento do Inema sobre a Praia da Paciência


Ouça o que disse o Coordenador de Monitoramento do Inema  sobre a Praia da PaciênciaEduardo Topázio explicou as atribuições do Inema e disse que na última  medição feita pelo órgão na Praia da Paciência está classificada como própria para o banho, mas mesmo assim ele reconhece que o esgoto lançado causa problema.

Reunião com técnicos da Embasa sobre o esgoto da Praia da Paciência

Reunião com técnicos da Embasa sobre o esgoto da Praia da Paciência Taís Meireles Oliveira e José Ricardo Ramos Cruz, gerentes do Departamento da Superintendência de Esgotamento Sanitário de Salvador e RM, anunciaram o que a empresa pode fazer para minimizar os problemas causados pela rede que lança água pluvial e detritos na Praia da Paciência. Isso ocorre porque  a rede que existe para captar água da chuva acaba recebendo os esgotos clandestinos de várias residências.Entre as medidas será feito um mapeamento das residências da Garibaldi até o Rio Vermelho para identificar os esgotos clandestinos e entregue à Prefeitura, isso porque, a Embasa não tem poderes para determinar a execução desses serviços.

Com as explicações dadas pelos técnicos ficou evidente que uma solução definitiva só virá a longo prazo e depende de intervenções da Prefeitura, tanto no que diz respeito à fiscalização das residências que não estão cumprindo com a lei, bem como  no desvio da rede que corre para a Praia da Paciência, para outro local. Isso deveria  ser feito juntamente com as obras de requalificação do bairro anunciadas pelo Executivo Municipal. Mas só vai acontecer se houver mobilização da comunidade no sentido de cobrar essa intervenção para não acontecer com o Rio Vermelho o mesmo que aconteceu com a Barra: Fizeram uma obra bonitinha, mas o problema nas praias continua.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Passeio ou estacionamento?

Os carros continuam ocupando os passeios no Rio Vermelho como se fosse estacionamento e as pessoas tentando caminhar pelo asfalto. Será que não tem fiscalização na prefeitura para colocar ordem nessa bagunça?

Passeio ou estacionamento?Passeio ou estacionamento?

quinta-feira, 26 de março de 2015

Confira como será a apresentação do Tuk Tuk Sonoro nesta sexta-feira no Rio Vermelho

Confira como será a apresentação do Tuk Tuk Sonoro nesta sexta-feira no Rio Vermelho O bairro do Rio Vermelho vai ser animado de maneira diferente nesta sexta-feira (27), a partir das 20h. É o Tuk Tuk Sonoro que, depois de participar do Furdunço e do Circuito Dodô (Barra-Ondina) em 2015, volta para uma nova apresentação gratuita ao público, sob o comando da cantora Sylvia Patrícia. A atração faz parte da programação do Festival da Cidade, promovido pela Prefeitura e que conta com o patrocínio do Shopping da Bahia.

Para as mais de duas horas de show, Sylvia Patrícia e banda preparam um repertório especial para a apresentação. É muito pop, funk, soul e até mesmo samba-reggae, com releituras de sucessos dos anos 1980 e 1990. A apresentação será uma grande celebração, com direito a bolo cenográfico e parabéns pelos 466 anos da capital baiana. O ponto de partida do desfile será na Rua da Paciência, em frente ao Multiespaço Lalá, seguindo até o Largo da Mariquita com retorno após o Teatro Sesi até o Largo de Santana, onde será realizada a segunda parte da apresentação.

Criado pela Rin Produções, o Tuk Tuk Sonoro é um mini palco móvel autônomo, inspirado nos Tuk Tuks usados como taxis na Tailândia e Índia. O veículo é equipado com sistema de som, luz, gerador e equipe. Desde a estreia no Furdunço do ano passado, tem caído no gosto do público soteropolitano. “É o menor trio do mundo, porém um pequeno notável. Além do mais o Tuk Tuk é multimídia, oferece um leque de possibilidades”, ressalta Virginia Da Rin, produtora cultural e diretora.


Virgínia ressaltou ainda o orgulho de participar do Festival da Cidade. “O tuk tuk é uma inovação e para a gente é um honra participar da programação de aniversário de Salvador. O Festival da Cidade é feito para o povo, é uma forma de ocupar o espaço urbano e essa mobilização da cultura e da arte é uma proposta que se alinha muito com aquilo que a gente deseja enquanto artista, levar a cultura da Bahia para os baianos. Estamos voltando a ter orgulho do espaço público”, frisa. (Informação da Assessoria da Prefeitura)

Embasa e Inema confirmam presença na segunda reunião pela revitalização da Praia da Paciência no sábado (28)

Acontece no próximo  sábado, dia 28, na Biblioteca Juracy Magalhães, às 9h30, a segunda reunião de mobilização pela revitalização da Praia da Paciência. Já estão confirmadas as presenças de Taís Meireles Oliveira e José Ricardo Ramos Cruz, ambos gerentes de departamentos da Superintendência de Esgotamento Sanitário de Salvador e RMS e do coordenador de Monitoramento do Inema, Eduardo Topázio. Os dois esgotos que são lançados com muito lixo, transforam a praia que é uma das mais bonitas de Salvador em um lixão, o que é lamentável, ainda mais por ser a única opção que restou no bairro para banhistas e esportistas. Soma-se e esse problema o descaso com a limpeza, capinação além da iluminação inadequada para a prática de esportes à noite. O movimento formado a partir da mobilização de frequentadores e moradores, pretende, com a ajuda do Bairro-Escola desenvolver no local um projeto de praia limpa, tornado a Paciência referência para as demais praias de Salvador.

Embasa e Inema confirmam presença na segunda reunião pela revitalização da Praia da Paciência no sábado (28)
Acesso principal a Praia da Paciência

quarta-feira, 25 de março de 2015